Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

NOTA SOBRE OS JOGOS DOS INSTITUTOS FEDERAIS IFSP 2019 (1º JIF ESTADUAL IFSP 2019)

O IFSP informa que, devido ao contingenciamento anunciado pelo governo federal de cerca de 30% dos recursos das instituições federais de ensino, estão suspensos, por tempo indeterminado, os Jogos dos Institutos Federais IFSP 2019. Os jogos estavam previstos para os meses de junho e julho de 2019, nos Câmpus Barretos e São Paulo. O pró-reitor de Administração do IFSP, Silmário Batista dos Santos, informa que a Instituição continua buscando medidas para viabilizar a realização dos JIF IFSP 2019 em outra data, aguardando um possível descontingenciamento ou a conquista de alguma verba que possibilite tal atividade. Pelos mesmos motivos, também foram suspensos os congressos de Pesquisa, de Ensino e de Extensão (Conept, Conict e Conemac) do IFSP. 

Mais informações: https://www.ifsp.edu.br/component/content/article/17-ultimas-noticias/936-nota-sobre-os-jogos-dos-institutos-federais-ifsp-2019

 

 

 

 


CHAMADA DE ASSEMBLEIA ESTUDANTIL PARA PROCESSO DE ELEIÇÃO DE DIRETORIA DE IMPLANTAÇÃO DO GRÊMIO ESTUDANTIL IFSP-IST

FINALIDADE

A presente chamada de Assembleia Estudantil é ação da Comissão Pró-Grêmio com apoio da Coordenadoria de Apoio ao Ensino em incentivo e em atendimento ao solicitado pela comunidade discente para criação do Colegiado do Grêmio Estudantil do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo – Câmpus Avançado Ilha Solteira (Grêmio Estudantil IFSP-IST).

 

Texto completo disponível aqui.

 

 

 

 


1º JIF Estadual IFSP 2019 reunirá 21 câmpus

IFSP promoverá edição estadual dos Jogos dos Institutos Federais em junho e julho.

 

 

O Instituto Federal de São Paulo promove, nos meses de junho e julho, o 1º JIF Estadual IFSP 2019. As etapas estaduais serão realizadas nos Câmpus Barretos e São Paulo e reunirão 851 alunos de 21 câmpus da Instituição.Essa é a primeira vez que o estado de São Paulo recebe os Jogos dos Institutos Federais (JIF). A etapa selecionará os alunos para a fase regional, que por sua vez encaminha os atletas em destaque para a etapa nacional.O JIF IFSP contará com seis modalidades: Atletismo, Futsal, Handebol, Tênis de Mesa, Voleibol e Xadrez. “Essas são as modalidades mais procuradas pelos nossos alunos”, explica a coordenadora de Esportes do Câmpus São Paulo, Solange Aparecida Alves.Todos os custos que envolvem a competição, como deslocamento, alojamento e alimentação dos alunos e servidores, e a produção de material para premiação, serão cobertos pela Instituição, como explica o pró-reitor de Administração (PRA), Silmário Batista dos Santos. “A PRA e a Reitoria farão cortes internos para possibilitar essa ação para cerca de 900 alunos. Esse é um dos legados que queremos deixar: a prática de esportes como mais um meio de permanência e êxito dos alunos, dando-lhes mais uma ferramenta para se prepararem para a vida social e o mundo do trabalho”, avalia. “Além de ser um dos principais instrumentos para manter os jovens longe das drogas e manter um estilo de vida saudável”, reforça José Roberto da Silva, assessor de Administração e Finanças da PRA. 
Da esquerda para a direita: o reitor Eduardo Modena, a professora Vanessa Andrade, o assessor José Roberto da Silva, os pró-reitores Reginaldo Vitor Pereira (Ensino) e Silmário Batista dos Santos (Administração), e a professora Solange Aparecida Alves
 O reitor Eduardo Antonio Modena enalteceu o poder do esporte no ganho de qualidade de vida a longo prazo por parte dos seus praticantes e a importância de oferecer, dentro da escola, outras ferramentas que contribuem para a formação plena dos estudantes. “A escola é um dos poucos lugares onde podemos deixar algo bom para a sociedade, principalmente fazer a diferença para pessoas com menos recursos. Por isso, trabalhamos para oferecer esportes, línguas, internacionalização, a oportunidade de participar de eventos em outras instituições brasileiras”, avalia.Modena destacou que os investimentos feitos no esporte durante sua gestão têm ainda o objetivo de resgatar a prática esportiva que faz parte da Instituição. “Eu mesmo cheguei a jogar Rugby e Futebol de Campo e treinar 50 metros rasos em 1977,1978, enquanto aluno da Escola Técnica Federal”, lembra.A professora Solange Aparecida Alves lembrou que, durante a gestão Modena, foram entregues 7 ginásios e 19 quadras (parte delas sendo concluída em 2019). Com a chegada dos educadores físicos em todos os câmpus do IFSP e a implantação e/ou aprimoramento dos servidores e da estrutura, os servidores passaram a ter condições de oferecer atividades de Educação Física e Desporto, analisa a docente. “Isso tudo gerou a demanda pelos jogos estaduais”, aponta. 

 

Competições

Alunos do IFSP durante Jogos dos Institutos Federais em 2016
1º JIF Estadual IFSP 2019 contará com seis modalidades esportivas disputadas nos Câmpus Barretos e São Paulo. Em Barretos, as competições acontecem de 29 de junho a 2 de julho nas modalidades de Futsal e Voleibol. No Câmpus São Paulo, as disputas de Atletismo, Handebol, Tênis de Mesa e Xadrez acontecem entre 25 e 28 de julho.No total, participarão das disputas 851 alunos dos Câmpus Avaré, Barretos, Birigui, Campinas, Campos do Jordão, Caraguatatuba, Guarulhos, Jundiaí, Matão, Piracicaba, Pirituba, Presidente Epitácio, Salto, São Carlos, São João da Boa Vista, São Paulo, São Roque, Sorocaba, Suzano, Tupã e Votuporanga. Os câmpus foram convidados a participar dos jogos por meio de chamada pública.A etapa nacional do JIF será realizada entre os dias 29 de setembro e 12 de outubro em Guarapari, no Espírito Santo. Os atletas competirão em 11 modalidades. Por se tratar de uma edição comemorativa aos 10 anos de criação dos Institutos Federais, cada IF poderá levar um limite de 90 alunos competidores.Solange Aparecida Alves acredita que os jogos paulistas serão um grande legado deixado pela Instituição e que as próximas edições do JIF IFSP terão uma adesão ainda maior por parte dos alunos e dos câmpus.Servidora da Instituição há 21 anos, Solange sempre lutou pelo reconhecimento do esporte no IFSP, levando alunos dos diferentes câmpus para competições regionais e nacionais. “Lutamos muito junto a alguns câmpus e tivemos o apoio de servidores de outras áreas, não apenas de Educação Física, para que pudéssemos participar das edições passadas dos jogos, como os Jogos das Instituições Federais de Ensino (JIFET), os próprios JIFs e festivais menores de modalidades classificatórias para etapas regionais”, relata.Ao relembrar o caminho percorrido, a docente se diz muito satisfeita com a realização do 1º JIF Estadual junto à Comissão de Organização dos Jogos Estaduais do IFSP, por meio da Portaria nº 1.103 /2019. “Junto aos professores de Educação Física de todos os câmpus conquistamos a criação da comissão e dos jogos”, finaliza. 

Recursos

Alunos do IFSP durante Jogos dos Institutos Federais em 2014
 Os recursos necessários para a realização dos jogos serão oferecidos pela PRA e organizados pela Pró-reitoria de Ensino, por meio do Departamento de Políticas Estudantis, que, segundo o pró-reitor Reginaldo Vitor Pereira, concentra ações de 87% dos estudantes do IFSP. A coordenadora de Esporte e Cultura do Câmpus Avaré, Vanessa Mota Andrade, lembra que os estudantes serão alojados nos câmpus do IFSP sede dos jogos, uma vez que estarão em período de férias escolares, o transporte será feito com os próprios ônibus da Instituição e também com veículos contratados, e a alimentação (três refeições diárias) será disponibilizada pelas empresas que já oferecem as refeições aos câmpus.As medalhas e os troféus dados durante a premiação também acompanharão a política de economia, mas terão um diferencial que deixarão as peças únicas. “Tentaremos utilizar materiais recicláveis e também produzir peças com impressoras 3D”, conta Vanessa.Acompanhe mais notícias sobre o 1º JIF IFSP 2019 no site do IFSP.

 

 

 

 


 

- ARTIGO DE OPINIÃO - 

A ESCOLHA DO JOVEM PELA CARREIA DO MAGISTÉRIO

Dayane Moreti Miranda*

 

 

 Aluna Dayane MoretiAtualmente, a carreira do magistério está sendo muito evitada pelos jovens e as causas para isso podem ser o alto nível de estresse ao qual o profissional é submetido diariamente e o baixo salário.

Os professores da rede pública estadual, por exemplo, passam cerca de 40 horas semanais dentro da sala de aula, e geralmente os alunos se acostumam a não respeitar o momento certo para falarem, promovendo um alto nível de decibéis no ambiente, o que causa danos à audição de todos os presentes. Diante dessa situação, o profissional não consegue lecionar, sendo necessário que ele chame a atenção da turma, causando estresse no docente e nos discentes. Estas situações do dia a dia podem gerar uma percepção não muito boa da carreia do magistério.

Em relação à segunda causa, percebe-se que o salário é algo que interfere na escolha de uma profissão. Se analisarmos, os professores não são muito valorizados no nosso país, apesar de serem muito importantes para a construção de um futuro melhor, pois, para gerar desenvolvimento, basta investir em educação. Mas, infelizmente, o retorno salarial é muito baixo para um trabalho cheio de importância, não atraindo a nova geração que, muitas vezes, leva mais em conta a remuneração do que a profissão em si.

Em suma, acredito que a escolha ou não de um jovem pela carreira do magistério vai muito além do salário ou do estresse, mas estes podem ser considerados fatores determinantes nessa decisão. Uma das possíveis soluções para o problema do estresse escolar seria realizar políticas para que a educação dos alunos partisse de casa e não precisasse começar na escola. Quanto aos salários, devemos recorrer ao governo para melhor reivindicarmos os direitos desses profissionais tão importantes na formação dos jovens.

*Dayane Moreti Miranda é aluna do 2º ano do curso Técnico de Edificações Integrado ao Ensino Médio do IFSP Campus Avançado Ilha Solteira

 

 

 

 


LISTA DE VOTANTES PARA A ELEIÇÃO DO CONSELHO SUPERIOR

 A Comissão Local torna pública a listagem dos eleitores ( discentes,docentes e Técnicos Administrativos) aptos a votarem nas eleições para o Conselho Superior:

LISTA DE VOTANTES DO SEGMENTO: Docentes

LISTA DOS VOTANTES DO SEGMENTO: Discentes

LISTA DE VOTANTES DO SEGMENTO: Técnicos Administrativos

 

 

 

 


Fim do conteúdo da página